O que você faz?

A TV GLOBO publicou  dia 18 de janeiro deste ano (2018) um artigo abrindo espaço, à partir de março , para população para dar sua opinião em 15 segundos do que nós esperamos para o futuro do Brasil.

http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2018/01/grave-um-video-pelo-celular-dizendo-que-brasil-voce-quer-para-o-futuro7.html
Recebi via watssap um texto/chamado no mínimo curioso:

“A Globo esta convocando a população a enviar vídeos de lugares bonitinhos ao fundo, no qual, você, arrumadinho, bem sorridente,  deverá dizer sobre o ” País que você quer”. E, assim, ela dá início a sua campanha política, cutucando os internautas a terem os seus 15 segundos de fama para montar a sua base, cheia de gente bonitinha em lugares bonitinhos. Que bonito, hein?
Peço aos vaidosos de plantão que não se deixem seduzir pelo chamamento á vaidade e façam muitos, mas muitos mesmo, muitos vídeos com o real cenário do que temos no momento, ou seja, lotem a caixa deles com as imagens dos hospitais  falindo, suas filas, e todas mazelas que não deveriam existir, inclusive a de desempregados. Mostrem o sucateamento da nossa polícia, de sua frota, dos seus equipamentos e armamento; A decadência do ensino e abandono das escolas. Mostrem  as imagens dos arrastões, dos assaltos, de toda a falta de segurança que temos. Mostrem as avenidas e ruas esburacadas, viadutos sem manutenção, ruas sem asfalto, iluminação, áreas alagadas, áreas em total abandono, esgoto a céu aberto, mendigos que povoam as ruas, preços exorbitantes, invasões de terras…  Enfim, tudo o que estamos vivendo, inclusive, o mau atendimento que temos daqueles que deveriam lembrar de que somos nós que pagamos o seu salário, é o mínimo que eles podem oferecer é a educação no trato com as pessoas.
Vamos inverter o tema para o ” O país que eu não quero” e manda ver nos vídeos. Se eles querem cenas bonitinhas para fazerem as suas matérias, que façam sozinhos. Se é para o povo ajudar, que seja para mostrar o que eles não querem ver.
Vamos lá gente! Vamos mostrar o País que não queremos mais e que as mídias ajudaram a construir iludindo as massas. É hora de devolver!”

O texto me fez refletir sobre o assunto  e me deu vontade de fazer uma abordagem sobre questões conflitantes que se passam por minha  interpretação pessoal. Continuo com uma incógnita: mostrar só o que tem de ruim não seria ser pessimista/negativa e entraria em um estado de lamuria?! Onde bate de frente com o que sustento minhas crenças onde reclamar é pedir ao céu que te mande mais do que está  odiando?!..” Em vez de reconhecermos o que já há de bom na nossa vida, tudo o que vemos é carência. Detectarmos o que existe de positivo na nossa vida é a base de toda a abundância”. -Eckhart Tolle

Mas só mostrar o bonitinho com o bonitinho ao fundo não seria falta de empatia/compaixão e estariamos em estado de doença grave , mais que os debilitados em hospitais em que o descaso os fere grotescamente sem nos importarmos?

Penso eu aqui, cá com os meus botões: aderir ao positivismo é uma excelente oportunidade para elevarmos nossas vibrações em um tempo de escassez de energias elevadas, mais não se sentir ao menos , “no mínimo” incomodado com a carência do seu próximo nos coloca em estado de péssima vibração. ..

“O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.” -Albert Einstein .. Daí entra a questão: aderir a que lado, se todos os lados fazem parte?! Talvez o caminho do “Tao”  seria o melhor caminho?

 

Os ensinamentos budistas  são implacáveis na questão do caminho do meio,  não,  não  sou  budista, mas simpatizo muito com a idéia. Mas questionarmos a nossa inércia diante do real cenário é uma obrigação , acredito eu.
Será  o melhor caminho focarmos  no que realmente queremos para o futuro do Brasil?

“Tudo é energia e isso é tudo o que há. Sintonize a realidade que você deseja e inevitavelmente essa é a realidade que você terá. Não tem como ser diferente. Isso não é filosofia. É Física!”

Adoramos encontrar culpados,  a mídia, o governo, o patrão, o vizinho,  etc etc etc,  mais o que nós fazemos????

 

Uma vez minha tia me disse: ” OK Deborah , já  sei o que você  não  faz: você  não  rouba,  não  mata, tenta perdoar o mais rápido  possível  dentro de suas possibilidades, honra teu pai e tua mãe….,  mais o que você  faz????  Uma fé  sem atitude é  uma fé  morta!

O que nós  fazemos para existir a possibilidade  de um futuro melhor?????

Qual a melhor armadura para lutar por um futuro melhor?????  Focando na carência?  Focando no que queremos?  Eis a questão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s